O que você espera da música em 2013? O que você espera da música em 2013?
O mundo não acabou! E o Musicalizar aproveitou para perguntar às pessoas o que elas esperam da música em 2013. O foco é a... O que você espera da música em 2013?

O mundo não acabou! E o Musicalizar aproveitou para perguntar às pessoas o que elas esperam da música em 2013. O foco é a música em Valença/RJ e cada um deu seu parecer e comentou sobre seu sonho para o cenário musical valenciano. Agradecemos a todos os que contribuiram com sua opinião, mas se você não está na lista, ainda pode dar a sua opinião… É só colocá-la nos comentários abaixo, nós queremos muito saber o que você pensa. Que venha um 2013 mais harmonioso! Um abraço e um bend pra todos!

“Além de continuar cantando, pretendo trazer alguns shows de colegas de outras regiões. Com o intuito de intercâmbio. Abrir novos espaços fora daqui também é importante. O músico não pode ficar estagnado só em sua cidade”. (Gerson Santos – Grupo Sam’balança)

“Eu acho que Valença sempre contou com músicos muito talentosos e criativos, além de bons professores. Acho que 2013 será um ano de crescimento dos músicos já consagrados. É uma pena que a política nunca valoriza a arte como ela merece”. (Rafael Rochê – Professor de Português)

“Da minha parte espero que exista mais honestidade e mais respeito de alguns músicos com os colegas de profissão e com o público que os assiste. Que desapareça o lema:”Farinha pouca,meu pirão primeiro” e que haja mais união,o que, automaticamente, resultará em mais respeito das contratantes Casas Noturnas pela classe”. (Jô Macedo – Grupo Pelo Telephone)

“Espero que a música valenciana permaneça consistente e cada vez mais madura. Que os músicos mantenham aquele arranjo meio bucólico/rock rural característico da nossa região), aquele toque meio ‘clube da esquina’ ‘geração 2000 anos 60’, sem perder o contato com estilos mais contemporâneos e undergrounds; ou seja, que se respeite a tradição sem o medo e/ou pré-conceito do novo”. (Carlos Brunno – Poeta)

“O que eu queria pedir e espero para a música valenciana é mais empenho dos músicos visando cada vez mais se profissionalizar e mais apoio do pessoal da cidade, pois temos que valorizar gente da nossa gente, não pessoas que nunca vimos… E viva a arte independente, pois isto é o mais importante!” (MC Remf – Rapper)

“A efervecência musico-cultural de Valença atrai cada vez mais admiradores, ouvintes e seguidores, devido à ampla competência de grupos e bandas, muito bem qualificados musicalmente…” (Tompson MSilva – Luthier)

“Espero que 2013 seja o ano que marque a união de todos os músicos de Valença, para que assim possamos superar as dificuldades do nosso precário, porém promissor cenário musical”. (Fabiano Garcia – Banda Equilibrio Natural)

“Eu espero que 2013 seja um grande ano para todas as pessoas envolvidas no meio musical”. (Felipe Martins – Banda The Black Bullets)

“Espero que em 2013 os líderes de Valença dêem mais oportunidades para os músicos da cidade, fazendo shows aos finais de semana para que todos os músicos possam mostrar o seu trabalho independende de estilo”. (Marcos Reis – Cantor)

“Eu quero muito voltar a tocar em Valença. Onde aprendi, onde vivi e da onde vem grande parte de minha música”. (Felipe Guaraná – Cantor e Compositor Popular)

“Música e casa própria”. (Igor Almeida – Banda O Celeiro das Rochas)

“Eu espero que haja mais eventos, que nas festividades valencianas tenham o mínimo de consideração com os músicos da cidade e que os contratem, pois atualmente vejo somente pessoas de fora sendo contratadas e há muito talento escondido por ai precisando de um empurrãozinho para mostrar o que sabe fazer. Acho que deveriam criar mais projetos musicais nos bairros, workshops ao ar livre, eventos livres para que os menos favorecidos possam curtir também e projetos de música na escola”. (Guilherme Heron – Músico)

“Sem desprezo aos outros estilos musicais, mas espero que 2013 seja rico para o rock n’ roll: mais bandas, mas shows e mais fãs”. (Maria Mergener – Banda Sotton)

“Espero que bandas ou músicos valencianos sejam descobertos em 2013 e que Valença seja considerada como um celeiro musical, atraindo caça-talentos e a atenção da mídia para a nossa cidade”. (Rafael Mazzeo – Músico)

“Valença precisa de música para sorrir, sem música com certeza a cidade ficará de mal-humor”. (João Fontes – Papel Riscado)

“Promete! Estão surgindo músicos muito bons em Valença, a concorrência vai aumentar e a qualidade vai melhorar!”. (Helair Gustavo – Baterista)

“Que a música continue alimentando os músicos e as almas, mas que se lembrem que os músicos também precisam de alimentos/valorização econômica”. (Wilson Fort – Compositor)

“Temos bons músicos. Espero que eles se valorizem para que sejam reconhecidos” (Raul Brinquinho – Músico)

“Eu espero um pouco mais de apoio da Secretaria de Cultura, não só pra música mas para a arte em geral”. (Fael Campos – Músico)

“Valença vem de um berço cultural fantástico, pelas mãos de tantos talentos, sem dúvida tudo se renovará mais uma vez nesse ano. Sorte a nossa que vamos ver tudo de pertinho”. (Filipe Torres – Músico)

“Os músicos valencianos já vem realizando um ótimo trabalho aqui na cidade, hoje temos muitas bandas e músicos de boa qualidade, eu espero que o governo incentive para essas bandas aparecerem mais, como por exemplo shows no jardim de cima nos finais de semana”. (Sabrina Oliveira – Musicista)

“Ficaria muito feliz, se em 2013, houvesse da parte dos músicos de Valença – muitos deles meus amigos – maior cooperação e parcerias, tanto na esfera artística, quanto no âmbito da valorização profissional da categoria”. (Alexandre Fonseca – Professor de História)

“Espero que em 2013 a música valenciana se destaque e passe uma mensagem para as pessoas; que ela seja capaz de transformar os corações necessitados”. (Mariana Giffoni)

“Espero riquezas esse ano de 2013 na música Valenciana em todas as áreas desde o Pop, Rock, Choro, Samba, Bossa-nova, Pagode, Clássica, etc… Que esse ano venhamos dar o nosso melhor em nossos instrumentos!”. (Leonardo Viana – Ministério de Louvor da Catedral Metodista)

“Para 2013 espero mais união entre a classe e mais incentivo de nossos orgãos competentes!”. (Francisco Rosa – Banda Sotton)

“Aula de música nas escolas, pois sabemos o quanto é difícil aprender sozinho. Seria importante criar um projeto tipo ‘Clube da Música’ com direito a carteira de sócio no qual o músico pagasse ao més um valor simbólico para o professor e manutenção do espaço utilizado, material didático, etc”. (Passarinho do Cavaco – Grupo Fidelidade)

“Espero um maior apoio do poder público municipal através de festivais de música ou um local para que os mesmos possam apresentar seus trabalhos”. (Evandro Leal – Dentista)

“Que em 2013  haja mais oportunidades para mostrarmos nosso trabalho, que os músicos e bandas, sejam mais unidos e trabalhem juntos em busca de melhores horizontes”. (Marcio Manhães – Banda Perímetro Urbano)

“Espero que a cena musical valenciana continue ativa e variada como tem sido, e que, quem sabe, se estenda às escolas, onde poderia ser muito útil”. (Cláudio Morgado – Músico)

[sws_green_box box_size=”615″] Em nossas entrevistas, não nos responsabilizamos por conceitos, opiniões manifestadas ou citações de terceiros incluídos nas respostas de nossos entrevistados. [/sws_green_box]

  • ALEX CORRÊA

    jan 14, 2013 #1 Author

    ESPERO QUE O PÚBLICPO VALENCIANO SE TORNE MAIS EXIGENTE E QUE COM ISSO
    O MÚSICO SE PREOCUPE EM EVOLUIR MUSICALMENTE E SOCIALMENTE!

    Responder

    • Pinheiro

      jan 14, 2013 #2 Author

      Obrigado pelo comentário Alex Corrêa e se depender de seus alunos de música, tenho certeza que a qualidade musical da cidade crescerá! Sucesso nas aulas!

      Responder

  • João Fontes

    jan 15, 2013 #3 Author

    QUERO LANÇAR UMA IDEIA AQUI. PQ OS MÚSICOS NÃO SE REUNEM, LANÇAM UM TEMA DE UMA MÚSICA SOBRE VALENÇA, A MELHOR COMPOSIÇÃO SERIA GRAVADA POR TODOS OS MÚSICOS, FARIA UM DIA DE LANÇAMENTO, SEI LÁ UMA COISA ASSIM. DARIA UMA FESTA LEGAL, UMA CONFRATERNIZAÇÃO DE MÚSICOS, JÁ QUE MUITOS DISSERAM QUE A FALTA DE PARCERIA, AS VEZES É FALTA DE APROXIMAÇÃO TB. SEI LÁ, LANCEI UMA IDEIA, QUEM TIVER MAS OPINIÃO EM CIMA DISSO, FICA A VONTADE.

    Responder

    • Pinheiro

      jan 16, 2013 #4 Author

      Olá João Fontes! Obrigado pelo comentário! E agora falando sobre uma maior aproximação entre os músicos, acho que essa aproximação já existe. Eu por exemplo converso com músicos que trabalham na área do sertanejo, da música erudita, do rock ‘n roll e até do gospel. Não vejo diferenças gritantes entre eles, existem claro afinidades maiores ou menores, mas isso é do ser humano e creio que exista em todas as áreas de trabalho. Em Valença temos muitos músicos, com certeza nem metade deles eu conheço, o que já tornaria bem difícil a união. Formar um grupo gravando um trabalho, com certeza já excluiria outro, simplesmente pelo fato de nem mesmo conhecê-lo. Bem, a idéia está lançada e toda idéia para o crescimento da cultura de Valença, maior aproximação dos músicos e fortalecimento da música valenciana é válida. E mais uma vez, obrigado pelo comentário!!

      Responder

  • paulo

    jan 15, 2013 #5 Author

    Espero que em 2013 os musicos de valença sejam ainda mais valorizados do que foram em 2012,pois,acho que as portas estão se abrindo cada vez mais e quanto mais o publico prestigiar mais portas irão se abrir e mais espaços serão criados.(Paulo Marcos-Musico)

    Responder

    • Pinheiro

      jan 16, 2013 #6 Author

      Obrigado pela participação, Paulo Marcos! Valorização é o que todos esperam e aguardamos também a sua volta ao contrabaixo. A cidade agradece por mais um ótimo baixista voltando à cena!

      Responder

  • Rodrigo Fiúza

    jan 15, 2013 #7 Author

    Esperamos uma maior união entre os músicos da cena valenciana. Acho que isso é essencial para o crescimento de todos.

    Responder

    • Pinheiro

      jan 16, 2013 #8 Author

      Olá Rodrigo Fiúza! Obrigado pela participação! Os baixistas estão participando em peso e isso é muito bom.

      Responder

  • Bar Bat e Papo

    jan 23, 2013 #9 Author

    “2013 é Ano de Atitude e a música é a nossa inspiração para trilhar este caminho, apoiando os talentos e crescendo junto com eles!”

    Responder

    • Pinheiro

      jan 26, 2013 #10 Author

      Os músicos precisam de apoio vindo de todas as áreas! Em casa precisamos do apoio dos pais, financeiramente e com incentivos; em apresentações precisamos do apoio do público com sua presença, o que os amigos e familiares podem muito ajudar; nos estudos precisamos de orientação e compreensão nas dificuldades, musicais e pessoais; precisamos também de lugares onde possamos mostrar a arte que fazemos, e aqui orgãos públicos e estabelecimentos comerciais fazem a diferença quando abrem as portas para que isso aconteça. Vários estabelecimentos comerciais na cidade cumprem com esse propósito, e o Bat e Papo é um deles, com uma quantidade e qualidade de apresentações musicais semanais incríveis. Parabéns a todos que contribuem para o crescimento musical da cidade!

      Responder

  • Giovanni de Paula Nogueira

    jan 30, 2013 #11 Author

    Preciso mesmo falar? rsrsrssr Nem me convidou porque todos já sabem né? Música própria, pq só ela pode levar alguém a algum lugar.

    Responder

    • Pinheiro

      jan 31, 2013 #12 Author

      Olá Giovanni Nogueira! O convite continua aberto a todos que quiserem dar sua opinião, é só fazer como você fez agora e a compartilhou conosco aqui nos comentários. Quanto ao pré-requisito de se chegar a algum lugar com música ter que ser através da música autoral, eu não posso dizer que concordo plenamente com isso, pois depende entre outros fatores de “onde” se quer chegar. Obrigado pela participação!

      Responder

  • Elaine Luiz da Silva

    fev 26, 2013 #13 Author

    A música deve atingir a alma com suas notas, abrir canais,nos transportar aos sonhos,nos fazer esquecer todo o resto, embalar nossa alma com fartura de paz e felicidade.Algumas nos alegrar até esquecer quem somos, e sorrir e dançar como crianças,alegrando nosso espírito até ele pensar q é feliz, o mais feliz de todos.A música,é o único recurso q a alma tem para se transportar à esferas celestiais. Ah! acho q é isso!!!A gente precisa da música p ser feliz,por isso ela tem q atingir o coração e a alma. Obrigada,amo tudo isso aí, Valença!

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *